Ele antes do ato sexual leu a bíblia com os dois filhos. Esperou o filho mais novo dormir e estuprou a própria filha durante a madrugada do Dia dos Pais. A menor era virgem e evangélica.

Os atos de violência sexual aconteceram em Cariacica, município da Grande Vitória. O Espírito Santo é o estado de maior índice de violência contra a mulher no Brasil.

acabe com dores

O casal de irmãos foi para a casa do pai no sábado à tarde. Os pais são separados há 9 anos e, conforme combinado na Justiça, os adolescentes passam um final de semana a cada 15 dias com o pai. “Chegamos à tarde e saímos os três para lanchar, à noite. Quando voltamos, ele saiu sozinho de casa e logo retornou. Nos preparamos para dormir, como fazemos sempre. Ele leu a Bíblia para nós e disse que muitas pessoas precisavam de orações”, contou a menina.

O pai dormiu entre os dois filhos. Durante a madrugada, porém, ele acordou e cometeu o crime contra a filha. Fez os atos sexuais mais perversos e sujos que um homem faria no pior dos bordeis. Ele fez isso com a própria filha no dia em que deveria honrar o título de pai ele causou uma ferida incurável na alma da adolescente.

No início da manhã, a estudante fugiu da casa, deixando para trás o irmão e o telefone celular. Ela conseguiu chegar à casa da avó materna, que também mora em Cariacica, e contou que havia sido estuprada pelo pai. A avó, imediatamente, comunicou à mãe, que mora na Serra e chamou a polícia.

“Tenho a sensação que isso tudo é um pesadelo, que vou acordar a qualquer momento e que nada disso terá acontecido. Eu espero nunca mais vê-lo e que a Justiça seja feita”, contou a adolescente.

“Meus filhos sempre o defenderam, pediam para vê-lo. Eu tentei evitar que o vissem”, contou a mãe da menina, uma dona de casa de 38 anos.

 

X. (montador de móveis)

Aguardando para prestar depoimento, o pai da vítima, um montador de móveis de 39 anos, confessou o crime e disse que havia usado drogas.

 

Por que você estuprou sua filha?

Eu não sei explicar. Eu havia usado cocaína e crack e fiz o que fiz.

Como foi o sábado de vocês?

Saímos para lanchar e voltamos pra casa. Eu saí e usei drogas. Quando voltei, nos preparamos para dormir, juntos, como sempre fazemos, abraçados os três. Lemos a Bíblia como de costume, daí quando eu a abracei de costas não consegui resistir à tentação. Devo ter sido possuído pelo inimigo.

Você se arrepende?

Sim. Estou com vergonha. Ao invés de eu dar um presente para minha filha, eu a magoei. Peço perdão. Agora é esperar que a Justiça seja feita. Peço aos irmãos que orem por mim. Eu devo estar enfeitiçado. Só pode…

 

O Estatuto da Criança e do Adolescente proíbe veículos de comunicação de publicar dados sobre vítimas de violência sexual.

 

Comentários

Comentários