A jornalista Rachel Sheherazade foi condenada pela Procuradoria Regional da Justiça por causa da campanha “Adote um Bandido”. Como Silvio Santos já havia a advertido verbalmente pelo comportamento polêmico, especula-se que o próximo ato seja a demissão por justa causa.

No dia 4 de fevereiro de 2014, ao opinar no “SBT Brasil” sobre uma ação de justiceiros que prendeu um jovem adolescente suspeito de praticar furtos em um poste no Rio de Janeiro, deixando-o nu e com parte da orelha decepada, Rachel Sheherazade defendeu que “é até compreensível” a justiça com as próprias mãos.

“O Estado é omisso, a polícia, desmoralizada, a Justiça é falha. O quê que resta ao cidadão de bem que ainda por cima foi desarmado? Se defender, é claro! O contra-ataque aos bandidos é o que eu chamo de legítima defesa coletiva de uma sociedade sem Estado e contra um estado de violência sem limites”, disse a jornalista, que, ironicamente, sugeriu a campanha “Adote um bandido” para os que “se apiedaram do marginalzinho”. 

Nesta quarta-feira (7), mais de três anos após a polêmica, a Procuradoria Regional da República da 3ª Região do RJ, por meio de uma representação pedida pela deputada Jandira Feghali, líder do PCdoB na Câmara, defendeu que a jornalista do SBT seja condenada pelo exercício abusivo do direito de expressão em segunda instância.

O procurador regional da República Walter Claudius Rothenburg, defendeu que “pessoas e grupos vulneráveis devem ser protegidos, seja por meio da liberdade de expressão e informação, seja em face dessa liberdade”. Jandira Feghali sugeriu ainda que a Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) interrompa o repasse de verbas ao SBT durante o processo. Em 2013, o canal da Anhanguera recebeu R$ 150 milhões da União por propagandas e campanhas federais.

Como sentença, a Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) quer que o SBT veicule um quadro com a retratação das observações de Rachel Sheherazade sob pena de R$ 500 mil por dia de descumprimento da ordem. “A veiculação deverá esclarecer aos telespectadores que a incitação à violência não encontra legitimidade no ordenamento jurídico e constitui atividade criminosa ainda mais grave do que os crimes de furto que haviam sido imputados ao adolescente agredido”, descreve o site da Procuradoria Regional da República da 3ª Região (PRR3). Além disso, a emissora pode ter que pagar R$ 532 mil como indenização por dano moral coletivo.

Atualmente, por uma decisão de Silvio Santos, Sheherazade está impedida de dar opiniões na bancada do telejornal. A jornalista e o SBT não se manifestaram sobre a decisão da Procuradoria.

Recentemente o apresentador Danilo Gentili também se tornou alvo de ações judiciais por causa de um vídeo em que rasga uma notificação judicial da deputada federal Maria do Rosário e esfrega os fragmentos de papel em seus órgãos genitais e depois envia de volta para a emissora.

Especula-se que tanto Rachel Sheherazade quanto Danilo Gentili possam ser demitidos do SBT por estarem trazendo muitos problemas para o departamento jurídico e afastando anunciantes da emissora.

VOCÊ PRECISA VER ESTE VÍDEO !!! Descubra a razão que faz com que seus amigos e colegas de trabalho evitem te convidar para sair com eles. O vídeo mostra também como se tornar uma pessoa mais atraente.

SE INSCREVA NO CANAL: CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER 

Comentários

Comentários